EBCTemer demitiu de forma arbitrária o presidente da Empresa Brasil de Comunicação, que tinha mandato de quatro anos, para colocar um aliado político do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. As primeiras ações do interventor, Laerte Rimoli, foram a demissão de jornalistas históricos da empresa e de reconhecido trabalho na sociedade e a proibição do termo “presidenta” nos programas da emissora. O ministro Dias Toffoli concedeu liminar que suspende a demissão de Ricardo Melo e o reconduziu à Presidência da EBC, mas os estragos causados nos 15 dias de intervenção ainda levarão um tempo para serem desfeitos.

Notícias:

Temer nomeia jornalista ligado a Cunha e ao PSDB para a EBC